FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

Ônibus com energia solar atinge a marca de 40 mil quilômetros rodados em Florianópolis

10/11/2017

Começava a circular no dia 20 de dezembro 2016, ainda em caráter experimental, o primeiro ônibus 100% elétrico com tecnologia brasileira, com baterias alimentadas por energia solar fotovoltaica gerada nas coberturas do Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O veículo começou a operar experimentalmente em Santa Catarina no trajeto de 25,3 quilômetros entre dois campuses da UFSC, no Sapiens Parque, em Canasvieiras, no norte da ilha, e o Campus Central. O trajeto era composto por quatro viagens, que somavam cerca de 200 quilômetros por dia, com a recarga das baterias feita no laboratório da UFSC, no Sapiens Parque.

O projeto foi desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da UFSC em parceria com a fabricante de São Bernardo do Campo, Eletra, responsável também pelo projeto de integração dos equipamentos. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação -MCTI financiou a iniciativa, que custou cerca de R$ 1 milhão. O ônibus tem carroceria Marcopolo Torino Low Entry, os motores elétricos são da WEG e o chassi é um Mercedes-Benz O-500U Elétrico.

Na última segunda-feira, dia 6, com a contagem iniciada agora a partir de março de 2017, o veículo completará 40 mil quilômetros rodados, o equivalente a uma volta completa ao redor da Terra. E sem emitir poluentes.

O projeto evoluiu, assim como aumentou a rodagem do ônibus. O veículo faz parte de um projeto denominado “deslocamento produtivo com veículos elétricos alimentados por energia solar fotovoltaica”. E mais que um veículo de transporte, é um ambiente de trabalho, composto de poltronas confortáveis, só transportando passageiros sentados, com duas mesas de reunião em seu interior, com tomadas 220V e USB, além de wi-fi e ar-condicionado.

O veículo elétrico realiza agora cinco viagens por dia (52 quilômetros por viagem do Sapiens Parque à UFSC e retorno, cerca de 5.000 km/mês), prestando serviços gratuitos para a comunidade da UFSC, totalmente alimentado pela eletricidade solar gerada nas coberturas do Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar da UFSC, no Sapiens Parque, no Norte da ilha de Florianópolis.

Via: Diário do Transporte

 

Voltar