FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

As 13 praias mais paradisíacas do litoral norte de São Paulo

15/10/2018

O litoral norte de São Paulo é encantador: suas praias, de areia grossa e águas transparentes, ladeadas por montanhas cobertas pela densa e exuberante mata atlântica, são um convite ao deleite. Mas só enquanto a chuva não aparece!

Veja uma seleção de belíssimas praias de Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela que encantam sempre.

1. Bonete, Ilhabela

Disputa com Castelhanos o título de praia mais bonita de Ilhabela. São 800 metros de orla, com um rio no lado esquerdo e ondas boas para surfe - as canoas da vila caiçara completam o cenário. Aqui, vale a dica de usar repelente

2. Castelhanos, Ilhabela

Essa praia é a estrela de Ilhabela: tem longa faixa de areia, com quase 2 quilômetros de extensão, e mar de águas claras, bom para surfar. Chegar lá não é tão fácil assim: é preciso atravessar uma estrada de 22 quilômetros com trechos de terra, que corta o Parque Estadual da ilha. Recomendável ir com veículos com tração nas quatro rodas. Também é possível ir de barco.

3. Maresias, São Sebastião

Durante o dia, surfistas aproveitam o mar de ondas fortes, e muita gente bonita curte o clima de paquera na areia (no canto esquerdo, um pouco mais tranquilo, famílias também marcam presença). Depois do pôr do sol, o movimento migra para a Rua Sebastião Romão César, na choperia Santo Gole, e avança pela madrugada nas baladas locais.

4. Cambury, São Sebastião

Além de ser a praia mais gourmet de São Sebastião, Cambury tem bons hotéis (como o Nau Royal, na foto), e não perdeu sua identidade jovem e surfista.

5. Camburizinho, São Sebastião

É a continuação de Cambury - separada pelo rio, a praia de Camburizinho tem águas mais calmas e é mais sossegada que a vizinha.

6. Praia Brava, São Sebastião


Deserta e selvagem, a praia de São Sebastião, no litoral norte do Estado, tem ondas fortes que atraem surfistas, e uma pequena cachoeira próxima ao canto direito. O acesso, por uma trilha íngreme, é uma atração à parte: de um mirante é possível ver Boiçucanga e Cambury.

7. Praia das Calhetas, São Sebastião

A melhor maneira de chegar nesse paraíso é pegar um ônibus e descer na rodovia (o acesso, próximo ao km 144, é feito por um condomínio, onde não é permitida a entrada de veículos; é proibido estacionar na beira da Rio-Santos). A partir da portaria, são dez minutos de caminhada tranquila até a areia.

8. Praia do Cedro, Ubatuba

Uma das praias mais lindas da cidade do litoral norte de São Paulo se mantém preservada (e vazia) por causa da dificuldade de acesso. É preciso encarar 40 minutos de trilha a partir da Praia Grande do Bonete, ou a partir do canto direito da praia da Fortaleza. O mar, de tons de azul esverdeado, é calmo e forma várias piscinas naturais.

9. Itamambuca, Ubatuba

A praia é palco de competições nacionais e internacionais de surfe. Por isso, espere encontrar frequentadores jovens. O canto esquerdo, cujo acesso é feito por um condomínio, é frequentado por famílias. E no direito, rola muita agitação.

10. Praia do Félix, Ubatuba

O canto esquerdo é bom para surfe; o direito, de águas calmas e transparentes, melhor para banho. Há poucas barracas de lanches e bebidas. O acesso é feito por uma estradinha ao lado de um condomínio, à beira da rodovia.

11. Praia do Prumirim, Ubatuba

Há uma cachoeira no canto esquerdo da praia, onde o rio deságua e o mar é calmo e bom para banho - e na frente, a Ilha do Prumirim (foto), é destino de passeios de escuna e um lugar perfeito para o mergulho.

12. Puruba, Ubatuba

Para chegar à essa praia de extensa areia branca, é preciso fazer uma travessia com barqueiros da prefeitura (grátis) ou particulares (que cobram uma pequena taxa). Os rios Puruba e Quiririm, que se encontram para desaguar no mar, cercam a praia.

13. Brava da Almada, Ubatuba

A praia Brava da Almada é uma das 5 de Ubatuba que fazem parte da área de preservação do Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar. Tem boas ondas, e por isso, recebe muitos surfistas. Para chegar lá, é preciso caminhar por 40 minutos por uma trilha a partir da Praia da Almada.

Via: Viagem e Turismo

 

Voltar