FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

Covid-19: FRESP pleiteia medidas para diminuir os impactos do vírus no setor de fretamento

20/03/2020

A pandemia da Covid-19, o novo coronavírus, tem causado efeitos devastadores no mundo todo. As medidas tomadas para proteger os cidadãos – essenciais para conter a propagação do vírus, tem afetado a economia de forma bem agressiva.

No Brasil, as medidas que implicam na redução da mobilidade estão sendo recomendadas pelas autoridades de saúde e determinadas pelo Governo do Estado, afetando diretamente o setor de fretamento, entre tantos outros.

Todas as viagens de fretamento eventual/turístico foram canceladas e as de fretamento contínuo enfrentam a redução do serviço por conta de as equipes estarem trabalhando em home-office ou em férias coletivas, além do recesso escolar e outras medidas inesperadas, justificadas pela pandemia.

Por conta disso, a FRESP (Federação das Empresas de Transporte de Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo) está pleiteando à Artesp e a EMTU algumas medidas:

- Que os certificados de registro que vençam entre 16 de março e 31 de julho sejam automaticamente prorrogados por 120 dias contados a partir das datas de vencimento dos certificados, podendo tal prazo ser prorrogado dependendo da evolução da pandemia.

- Que as vistorias veiculares que vençam nos próximos 60 dias sejam prorrogadas também por 60 dias, contados das datas dos respectivos vencimentos, podendo tal prorrogação ser estendida dependendo da evolução da pandemia

- Que veículos 0km adquiridos por empresas que já possuem cadastro na EMTU possam circular por sessenta dias sem que tenham sido incluídos na frota da empresa ou mesmo inspecionados, uma vez que são veículos 0km, podendo tal prorrogação ser estendida dependendo da evolução da pandemia.

- Que todos os agentes da fiscalização sejam informados sobre as respectivas prorrogações, evitando assim qualquer tipo de autuação ou apreensão de veículo. Destacamos que as medidas acima pleiteadas se aplicam apenas as empresas que já possuem cadastro na EMTU e veículos que já foram inspecionados, exceto os 0Km.

Essas medidas seriam aplicadas apenas as empresas que já possuem cadastro da Artesp e na EMTU e veículos que já foram inspecionados, exceto os 0 km.

 

Voltar