FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

Doria coloca todo o estado de SP na fase vermelha a partir de sábado

03/03/2021

O governo de São Paulo anunciou hoje que todo o estado vai entrar na fase vermelha, o mais restritivo do Plano São Paulo, por duas semanas a partir de sábado (6).

Nesta fase, apenas serviços essenciais —como mercado e farmácias— ficam abertos, mas com capacidade reduzida. O objetivo é frear o avanço da pandemia no estado. Ontem, São Paulo registrou 468 mortes pela doença e, nesta quarta (3), atingiu 75,3% da ocupação de UTI (unidades de tratamento intensivo) —dois recordes desde o início da pandemia.

As escolas da rede estadual, um dos principais pontos do debate sobre um possível fechamento, continuarão abertas para alunos que necessitarem de alimentação e suporte educacional, segundo o governo. Os estudantes que "mais necessitam" são:

- Alunos com necessidade de alimentação escolar

- Alunos com dificuldade de acesso à tecnologia e outros suportes

- Alunos com "severa defasagem" de aprendizado

- Alunos cujos responsáveis trabalhem em serviços essenciais

- Alunos com saúde mental sob risco

As unidades de ensino municipais e particulares poderão ficar abertas, respeitando o limite legal de ocupação de 35%, a depender dos municípios e das empresas. A presença dos estudantes é opcional.

As medidas valerão de sábado ao dia 19, com possibilidade de prorrogação. Essa é uma demanda antiga do Centro de Contingência do Coronavírus, que aconselha o governo em suas estratégias contra a pandemia.

Mais leitos para covid

O governo também anunciou hoje a disponibilização de mais 500 leitos para covid-19 —339 de UTI e 161 de enfermaria. Hoje, mais de 7 mil pessoas com a doença estão internadas no estado em unidades terapia intensiva.

De acordo com a equipe tucana, nas últimas duas semanas foram internados, em média, 93 pacientes com a doença por dia.

Veja matéria completa aqui.

Fonte: UOL

 

Voltar