FECHAR X

FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

A força e beleza das águas de Foz do Iguaçu

11/09/2017

Foz do Iguaçu, no Paraná, é um dos principais destinos turísticos do país e a cidade não recebeu esse título à toa. São tantos atrativos importantes para serem visitados que o turista precisa se organizar para não perder nada. É bom estar preparado para fortes emoções, como navegar em águas turbulentas, dar de cara com animais silvestres ou adentrar a maior geradora de energia do mundo.

PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU - Em meio à Mata Atlântica, está o Parque Nacional e uma das sete maravilhas do mundo, as Cataratas do Iguaçu, que são imponentes no nome (Iguaçu significa “águas grandes”, em tupi-guarani) e na composição geográfica. Com 200 mil anos, as quedas têm 80 metros de altura e deixam os turistas boquiabertos. O passeio inclui visitá-las por meio de trilhas ou navegando em turbulentas águas.

A magia das Cataratas vai além do rio Iguaçu e a cultura dos ancestrais indígenas está enraizada na lenda dos apaixonados Naipi e Tarobá. A história conta que Naipi era a prometida do deus M’Boy, mas resolveu fugir pelo rio com Tarobá. O resultado veio em forma de castigo do deus e a índia foi transformada em uma das rochas centrais das cataratas, sendo fustigada eternamente por águas revoltas. Já seu amado tornou-se uma palmeira situada à beira de um abismo.

O Parque Nacional do Iguaçu fomenta turismo não só pelas Cataratas, mas por ser amplo em biodiversidade de fauna e flora. Criado em 1939, o local recebe 1,5 milhão de turistas por ano e movimenta a economia dos 14 municípios que estão ao seu redor. O Parque protege algumas espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, o puma, o jacaré-de-papo-amarelo e o gavião-real. Então, há possibilidade de o turista encontrar um desses bichos, mas nada preocupante, uma vez que os visitantes são acompanhados por guias preparados.

USINA ITAIPU – Sentir-se pequeno dentro da gigante Itaipu Binacional é uma das sensações que o turista vivencia ao visitar a Usina. Considerada a maior geradora de energia limpa e renovável do planeta, a barragem de Itaipu tem 7.919 metros de extensão e 196 de metros de altura máxima, o que corresponde a um prédio de 65 andares. Recebe 900 mil turistas por ano e aguça a curiosidade de quem gosta de história e tecnologia.

Em Itaipu, o turista inicia o tour no Centro de Visitantes e vai ao topo da barragem. O passeio inclui observar a atividade do rotor de uma das unidades geradoras, conhecer o comando central, navegar pelas águas do lago e estar em contato com natureza. O local é tão grande que o turista pode escolher quais passeios deseja fazer. Itaipu foi criada em 1973 por meio de um tratado entre Brasil e Paraguai. Cada país tem direito a 50% da energia gerada, mas o Paraguai usa apenas 11% da energia e vende o restante para o Brasil.

MARCO DAS TRÊS FRONTEIRAS - As águas também são responsáveis por separar Foz do Iguaçu da Argentina e do Paraguai. A demarcação dessa divisão pode ser visitada por turistas no Marco das Três Fronteiras. Instaurado em terras brasileiras, o Marco permite que o visitante aviste a Argentina de um lado e o Paraguai do outro, além de conhecer a Vila Cenográfica das Missões Jesuíticas e aprender sobre os indígenas e jesuítas que viveram na região nos séculos XVI e XVII. O túnel do tempo conta também com o Memorial Cabeza de Vaca e com o Obelisco das Três Fronteiras.

Via: MTur

 

Voltar